28 de julho de 2012

Fases e Frases




Às vezes me pego tendo saudades de mim. Saudades de quem eu era antes de conhecer certos sentimentos. Saudades das minhas alegrias e também  das dores que eram curadas com um curativo qualquer. Tenho saudades daquele tempo em que eu era uma adolescente que não conhecia o que era platônico que conhecia somente a cor dos olhos das bonecas de infância que agora trocara por um computador, mas que estavam lá presentes em sua coleção. Tenho saudades daquele tempo de menina que não aprendeu a se apaixonar, que pensava que não havia acontecido porque era fria demais para amar. Sinto sim falta daqueles tempos em que eu achava inútil as dores das minhas amigas, realmente eram dores inúteis que por ventura vieram bater a porta do meu coração e incomoda-lo com uma dor desnecessária. Sinto falta do tempo em que a vírgula era apenas uma vírgula e o ponto final era apenas final de frase e não final de fase. Fase cujas magoas demoraram a se apagar, fase onde as esperanças deixaram marcas e os sonhos cicatrizes. Mas mudar é sempre necessário é parte de nossas vidas e creio que um dia agradecerei por ter mudado, afinal mudar de fase para mim significa: Eu amadureci.
Lua não possui um brilho próprio mas é completada pelo brilho do sol que a aquece e a ilumina, tem suas fases. A fase a qual está cheia é como às vezes me sinto, cheia de sentimentos, às vezes cheias de alegrias outras vezes nem tanto, mas está cheia, completa. Completa e iluminada pelo brilho do sol, sol  que queima no verão ou sol que aquece no inverno, tudo depende de perspectivas e de um modo diferente de enxergar as coisas. 
Fase de ser nova, pequena, intacta, renovada. Lua nova que recebe a cada estação a oportunidade de ser nova de crescer diferente, de brilhar novamente, fase que mais admiro na Lua fase que me completa que me interessa pelo fato de ter a oportunidade de ser diferente novamente e novamente.
Lua crescente, fase intermediaria onde podem ser alcançados objetivos, onde podem ser realizados sonhos ou desejos. Fase de crescer na vida de amadurecer até completar-se, até sentir-se cheia e completa. Para mim o mais importante não é a chegada e sim o que aprendemos no caminho até o final.
Minguar, devo aprender com a lua o mistério dessa fase, escrevendo frases, poetizando as palavras em ordens desordenadas. Simplesmente minguar, retornar ao que era anteriormente. Minguar sem deixar-se apagar pelos desafios, minguar com o mesmo brilho intenso de estar cheia e completa. Minguar é o processo de renovação, de simplesmente ficar menor para futuramente ser maior e melhor. Comparo minguar também com a saudade. Lua minguante é a saudade do poeta, o escuro recobre a lua assim como a saudade recobre mais e mais poesias e faz refletir-se na vida das pessoas. Saudade que recobre alegria e diminui um coração e faz dele refém assim como a lua torna-se refém do distanciamento do sol que aos poucos a torna invisível e nova. Renovada para um novo recomeço de fases e frases!

3 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom, eu gosto de pensar mais no sol é um grande inspirador é constante, e sua falta transformaria todo o mundo que conhecemos.
Sua luz é agressiva e passiva ao mesmo tempo e nada mais triste que um por do sol é como se o todas as coisas estivessem morrendo.

Juliana disse...

Profundo, concordo plenamente contigo. Mas para comparar a mim nada melhor que a lua que também tem certa importância. Sem ela não haveria maré por exemplo.

Jardineira disse...

Obrigada por ler e volte sempre ;)

Postar um comentário